Cuidados pré e pós castração de cães e gatos

Quando pensamos em qualquer procedimento cirúrgico realizado nas clínicas veterinárias, sem dúvidas a castração de cães e gatos está entre as principais. Apesar do procedimento ser considerado de baixa complexidade, é preciso de cuidados especiais no pré e pós operatório. As informações detalhadas sobre o assunto você acompanha neste artigo do blog.

Sobre a castração: o que é?

A cirurgia de castração é uma maneira eficiente para o controle de animais abandonados e a prevenção de doenças. Nos machos, é realizada uma pequena incisão acima da bolsa escrotal para a retirada dos testículos, enquanto nas fêmeas, é feito um corte no abdômen para a retirada do útero e dos ovários. Em ambos os casos, é preciso utilizar anestesia geral para que o pet não sinta dor e desconforto. A recuperação costuma ser mais rápida para os machos, onde a incisão é menor.

No local do corte, o animal recebe pontos, que devem ser retirados posteriormente por um profissional veterinário.

Benefícios da cirurgia

Listamos os principais benefícios da cirurgia de castração

  • Previne as infeções uterinas em fêmeas e endometrites;
  • Redução do risco de desenvolver câncer de mama em cães e gatos;
  • Nos machos, a castração reduz a frustração sexual, consequentemente, as possibilidades de fugas e atropelamentos na busca de parceiras;
  • Ainda nos machos, a castração diminui as chances de desenvolvimento do câncer de próstata;
  • No ambiente doméstico, acredita-se que o animal pode ficar mais dócil e fácil de conviver com crianças, por exemplo.
  • Melhora o comportamento de machos e fêmeas;
  • Evita ninhadas indesejadas;
  • Evita a gravidez psicológica;
  • No caso das fêmeas, elas não entram mais no cio e ficam menos vulneráveis a infecções uterinas e câncer de mama.

Cuidados pré castração

Antes de iniciar qualquer procedimento cirúrgico, o animal precisa passar por uma avaliação veterinária completa. A avaliação abrange exames como: hemograma, ecocardiograma, entre outros. Quando o bichinho está saudável, o profissional orienta o tutor sobre a alimentação adequada e o que deve ser feito no dia da cirurgia.

Cuidados pós castração

Assim que o bichinho passa pela cirurgia, leva um tempo para se estabelecer, até que passe o efeito da anestesia. Da mesma forma, se for necessário, o veterinário orienta sobre o repouso, medicamentos e alimentos ideais.

Conforto – Assim como os humanos, os animais precisam de conforto pós-cirúrgico. A recuperação da castração de cachorro e gato precisa de um espaço com a caminha, uma coberta e um pano ou lençol próprio para que ele se mantenha em repouso absoluto. Fique de olho para que ele não suba escadas ou realize alguma atividade física.

Alimentação – A hidratação e a alimentação são liberadas de acordo com a orientação do médico veterinário. Não force o animal a comer, já que a anestesia pode deixar o cão ou o gato enjoado provocando vômito após castração.

Todos os sintomas e mal-estar tendem a passar com o tempo. Seguindo as dicas do seu médico veterinário, você já estará preparada para lidar com essa situação.

Em caso de dúvidas, curiosidades ou sugestões, entre em contato conosco e saiba mais!

Conheça o Centro Veterinário Kuka Freska!

A Kuka Freska Pet Center iniciou as atividades da clínica veterinária na unidade da Colônia em setembro de 2010. Com mais de 11 anos de experiência, o desejo de ter um atendimento 24 horas por dia e oferecer o que há de melhor nos tratamentos para os pets surgiu. Dessa forma, em outubro de 2021 o Centro Veterinário Kuka Freska foi inaugurado, na Rua Suíça, 47 – Jardim Cica, Jundiaí – SP.

Traga o seu pet para tratamentos únicos e personalizados. Venha nos visitar!

Como lidar com pets idosos?

Dicas imperdíveis para você cuidar do seu pet idoso

Assim como seus tutores, os pets também envelhecem. É difícil admitir, mas o tempo passa para todos.

Conforme os animais de estimação envelhecem, seus corpos sofrem uma série de mudanças que deixam tanto você, quanto seu bichinho, se perguntando o que está acontecendo.

Entre tantas mudanças que acontecem, a maior delas é com a saúde dos pets, pois eles não são mais capazes de realizar as mesmas tarefas físicas que costumavam fazer, com a mesma autonomia e entusiasmo.

Com a idade avançada, os animais de estimação frequentemente desenvolvem condições de saúde que requerem cuidados, diagnósticos e tratamentos específicos.

A chave para a felicidade do pet idoso está no esforço que o dono de animal de estimação coloca no animal.

Por isso, a Kuka Freska preparou um artigo especial para te ajudar a lidar com a idade avançada e esclarecer o porquê eles precisam fazer checkups com frequência, ir ao veterinário e receber ainda mais carinho. 

Como identificar um pet idoso?

Já é de conhecimento comum que os cães são considerados idosos quando completam 8 anos.

Porém, mais do que fazer as contas pela idade, o primeiro sinal da velhice é através do embranquecimento dos pelos na região ao redor dos olhos e do focinho. 

Outros fatores que devem chamar atenção são: redução do ritmo de brincadeiras, aumento do sono, dificuldade de locomoção, aumento da dependência e carência, apetite mais seletivo, além de dificuldades para enxergar ou ouvir.

Neste contexto, vale ressaltar que o cachorro idoso não deve ser tratado como um animal doente. A grande maioria segue ativo e saudável, inclusive.

O que ocorre é que nesta etapa ele precisa de alguns cuidados extras.

Dicas para lidar com o pet idoso

Como identificar um pet idoso?

Abaixo, nós separamos algumas dicas para você lidar melhor com a velhice do seu bichinho.

Na alimentação, é preciso adaptar as refeições de acordo com a faixa etária do dog.

Essa adaptação pode ser feita com uma ração específica ou introdução de uma dieta natural, mas lembre-se: tudo deve ser avaliado pelo veterinário do seu animalzinho.

É preciso adaptar o bichinho ao ambiente. Isso significa que, como a mobilidade dele não é a mesma, a altura dos comedouros precisa ser adaptada, tapetes antiderrapantes devem ser instalados e se possível, rampas de acesso também.

Tudo isso para auxiliar o dia a dia do animalzinho.

Respeitar o ritmo do animal também deve ser levado em consideração. Se antes ele tinha total disposição para sair, passear e brincar, pode ser que o ritmo dele seja afetado.

É importante que todos os tutores respeitem essa nova disposição do pet.

As idas aos veterinários também serão mais frequentes, visto que ele precisa fazer exames regulares e ter um acompanhamento dos médicos com mais cautela.

Isso vai garantir que as doenças sejam diagnosticadas precocemente e sejam tratadas com mais eficiência.

Os cuidados, carinho e afeto continuam em qualquer fase da vida.

Além disso, uma sugestão é investir em cuidados paliativos, como terapias, fisioterapias e acupuntura. Isso pode proporcionar uma velhice mais confortável e com qualidade.

Conte com a rede Kuka Freska

Gostou das dicas? Fale com nosso time de especialistas para receber ainda mais orientações e direcionamentos.

Atualmente, com mais de 20 anos de experiência, a Kuka Freska Pet Center possui três unidades – todas completas com os melhores produtos do mercado e também com estoque que traz o diferencial entre concorrentes.

Em 2021, a Kuka Freska inaugurou um centro veterinário com atendimento 24 horas – um grande diferencial na cidade de Jundiaí.

Entre os serviços, estão: Centro de imunização, Cat Friendly, Especialidades, Centro de diagnósticos, Fisioterapia, Internação, UTI, Centro Cirúrgico e Espaço Ecumênico.

Conheça nossos espaços:

Pet Center

Unidade 1

  • Av. Dr. Antenor Soares Gandra, 1191
  • (11) 4533-6775
  • (11) 4533-2835
  • (11) 99109-5869
  • Seg – Sex: 8h – 19h
  • Sábado: 08h – 14h
  • Domingo: Fechado

Unidade 2

  • Av. 9 de Julho, 2100
  • (11) 4522-3364
  • (11) 4522-3385
  • (11) 99025-1900
  • Seg – Sex: 8h – 22h
  • Sábado: 8h – 20h
  • Domingo: 08h – 14h

Unidade 3

  • Rua Suíça, 47
  • (11) 2449-2585
  • (11) 2449-2584
  • (11) 98926-1894
  • Seg – Sex: 8h – 22h
  • Sábado: 08h – 20h
  • Domingo: 08h – 18h

Centro Veterinário – 24h

  • Rua Suíça, 47 – Jardim Cica – Jundiaí – SP
  • (11) 4533-6775
  • (11) 4533-2835
  • (11) 98926-1894
  • contato@kukafreska.com.br

Verão chegando: proteja seu cachorro nessa onda de calor

A estação mais quente do ano está se aproximando e quando falamos no verão, é impossível não pensar em sol, férias, piscina, praia e água. Assim como devemos nos proteger do sol e redobrar os cuidados com a pele, os bichinhos de estimação merecem atenção. Por isso, nós apresentamos os cuidados que devemos ter com os animais durante as altas temperaturas.

Em primeiro lugar, assim como nós, os animais precisam se manter bem hidratados. Durante os dias quentes, é importante oferecer água e deixar os recipientes em lugares frescos e com sombras.

Devemos lembrar ainda que os cães não transpiram através da pele para controlar a temperatura do corpo, como fazem os homens. Eles equilibram a temperatura por meio da respiração e, por isso, ficam mais ofegantes no calor. Então, se notar seu bicho com a respiração acelerada em um dia quente, tente refrescá-lo molhando um pouco a sua pelagem e mantendo o ambiente ventilado e sombreado.

No verão, os passeios com o amigo canino devem ser feitos antes das 9 da manhã ou após as 20 horas, quando as temperaturas encontram-se mais amenas. Também não é indicado levar o animal para correr ao seu lado nessa época. Em dias quentes demais, os bichos podem sofrer uma hipertermia, quando a temperatura corporal aumenta excessivamente, o que pode ser fatal.

Não é difícil zelar pelos pets no verão. Só é preciso ficar atento às necessidades deles e, pronto, dá para curtir a melhor estação do ano. Sempre com muito cuidado e carinho.

Acompanhe nosso blog para ficar por dentro do mundo dos pets, com notícias, curiosidades e dicas. Para saber mais, entre em contato conosco.

Fonte: https://saude.abril.com.br/blog/pet-saudavel/proteja-seu-cachorro-nessa-onda-de-calor/

Vacinação em cães e gatos: qual a importância?

Nós já explicamos alguns cuidados básicos que todos que possuem um bichinho em casa. E um destes cuidados inclui a vacinação em dia. Neste artigo você acompanha os detalhes sobre o porquê a vacinação é necessária para os cães e gatos.

Assim como nos seres humanos, a vacina possui dois grandes objetivos: a proteção do seu pet contra doenças infecciosas, permitindo que ele permaneça saudável e a proteção das pessoas contra os agentes circulantes das doenças, pois ela previne o contágio de um animal para o outro ou até mesmo para as pessoas. Existem doenças dos animais que também passam para os seres humanos, por isso a vacinação e tão importante.

Sobre as vacinas

O objetivo principal da vacina é proteger contra várias doenças, sejam elas contra vírus, bactérias e outros parasitas. Existem algumas vacinas obrigatórias e outras opcionais. Quem decide o melhor protocolo de vacinação é o veterinário, a partir das vivências e estilos de vida do pet.

A frequência – No primeiro ano de vida do seu bichinho, é provável que várias aplicações sejam necessárias para que a imunidade seja ideal. Durante a fase adulta, deve se manter certa regularidade para a imunidade se manter efetiva.

Todos os cães e gatos devem ser devidamente vacinados, mesmo aqueles que vivem nas grandes cidades, que não saem na rua ou animais idosos.

A vacinação é sempre necessária pois graças a ela, as doenças mais graves se tornaram raras. No entanto, vale ressaltar que todas as aplicações devem ser feitas por um médico veterinário.

Em caso de dúvidas, entre em contato com a equipe da Kuka Freska.

Quais são os principais cuidados com a saúde dos pets?

Ter a companhia de um bichinho de estimação é sempre muito bom, mas antes de integrar um filhote na rotina de uma família, é necessário conhecer os cuidados básicos que um pet precisa, além da dedicação, cuidado e amor.

Neste primeiro artigo do nosso blog, você fica por dentro das principais dicas para melhorar a qualidade de vida dos seus animais de estimação.

O cuidado periódico com a saúde e bem-estar do seu animal ajuda a prevenir doenças crônicas e ajuda ainda nos tratamentos e recuperação em caso problemas de saúde. Isso ajuda ainda a prolongar a expectativa de vida dos companheiros de quatro patas.

A recomendação é que os responsáveis pelos bichinhos agendem consultas periódicas com o profissional veterinário para acompanhamento. Abaixo, você descobre as principais dicas para melhorar a qualidade de vida dos animais:

  • Higiene

Quem tem um bichinho de estimação na sua casa, conhece a importância de manter o pet e os ambientes limpos e higienizados.  O objetivo é evitar a proliferação de carrapatos e outros transmissores de doenças.

Cães podem tomar banhos semanais, sempre com o cuidado para que a água não atinja os ouvidos do animal. É importante utilizar produtos indicados para pets para evitar alergias ou até mesmo intoxicação. Além disso, deve-se observar a dentição e evitar dar alimentos não recomendados ajuda a preservar a saúde bucal dos bichinhos.

  • Vacinação

É importante manter a carteirinha de vacinação em dia, para evitar problemas de saúde mais graves no futuro, além de prevenir uma possível contaminação dos demais membros da família. As vacinas periódicas são necessárias para prevenir doenças graves.

  • Check-up e exames básicos

Muitas vezes, os bichinhos de estimação não demostram que estão doentes. Por esse motivo, é interessante leva-lo com frequência ao veterinário. Os check-ups identificam possíveis tumores, doenças crônicas, como diabetes ou insuficiência renal. Por isso, é necessário que o bichinho passe por uma bateria de exames.

Portanto, o veterinário deve indicar exames de sangue para checar colesterol e outros problemas e exames de urina para verificar como está a saúde dos rins, por exemplo.

Cuidando da saúde do pet

As principais dicas para verificar a saúde do seu pet são:

  • Tenha certeza de que o pet já tomou todas as vacinas;
  • Dê banhos regulares e escove os dentes do animal;
  • Dê ração de qualidade;
  • Leve o pet para passear e estimule com brincadeiras dentro de casa para que ele gaste o excesso de energia;
  • Mantenha o ambiente e os pertences do pet sempre limpos e em boas condições;
  • Procure evitar situações estressantes, como deixá-lo preso ou sozinho por muito tempo.
  • Preste atenção ao comportamento e hábitos do pet;
  • Consulte um veterinário sempre que algo parece estranho.

Conte com a Kuka Freska

Para saber mais detalhes e mais informações, entre em contato com a Kuka Freska. Possuímos uma equipe qualificada para tratar todos os sintomas e problemas que seu pet possa vir a ter. Nossa missão é garantir a saúde dos seus bichinhos, sempre com cuidado e delicadeza.